Como os miomas interferem na fertilidade

O segredo para engravidar naturalmente em 4 a 6 semanas: Clique Aqui Para Saber Mais

Como os miomas interferem na fertilidade

Mulheres que se encontram na idade reprodutiva costumam ter diferentes problemas no útero, mas a doença benigna que mais acomete essas mulheres é o mioma, que tende a prejudicar cerca de 50% das mulheres que estão nesse período das suas vidas. Pensando nessa grande ocorrência, é fundamental que você saiba como os miomas interferem na fertilidade, para que você fique preparada para lidar com esse empecilho quando você quiser engravidar.

Quer engravidar naturalmente? Clique aqui e conheça o meu método!

Como surgem os miomas?

Miomas se desenvolvem devido à proliferação de células da camada muscular uterina lisa, denominada miométrio. No entanto, vale ressaltar que os miomas costumam regredir depois que as mulheres entram na menopausa. Os miomas uterinos não têm relação com risco de aumento de chance de ter câncer de útero e nem sempre viram câncer.

Também conhecido como fibroide uterino, esse tipo de mioma aparece da seguinte forma: uma única célula do miométrio se divide de modo repetido e desenfreado, até a criação de uma massa diferente dos tecidos próximos. Além disso, os níveis de crescimento de miomas que costumam comprometer a saúde de mulheres em idade fértil oscilam e podem ter um desenvolvimento lento, rápido ou ficar do mesmo tamanho.

O segredo para engravidar naturalmente em 4 a 6 semanas: Clique Aqui Para Saber Mais

Há miomas uterinos que passam por surtos de crescimento, enquanto outros miomas desse tipo encolhem sozinhos. Existe até a possibilidade de um mioma uterino ocorrer durante uma gravidez e encolher ou sumir depois do parto. Até lá, é comum que os miomas não sejam indetectáveis pelo olho humano, mas as massas volumosas desses tumores são capazes de distorcer ou aumentar o útero, inclusive até chegando à caixa torácica, em alguns casos.

Entenda como os miomas interferem na fertilidade

Analisado de maneira isolada, o mioma é o culpado por aproximadamente 4% dos motivos pelos quais a infertilidade atrapalha a vida de mulheres que desejam ter filhos. Como estamos falando de uma alteração comum, é possível encontrar miomas enquanto se avalia a sua capacidade de engravidar. Porém, o mioma não costuma ser a principal razão para você ser infértil e nem o único responsável para tanto.

O tamanho dos miomas e a localização deles podem prejudicar a fertilidade feminina, uma vez que miomas que ficam no endométrio, onde o embrião é implantado, podem afetar a fertilidade, fazendo haver a necessidade de operar o local. Esses são os miomas submucosos e esse tipo de localização pode ter ligação com sintomas diversos, incluindo a ampliação do fluxo menstrual e cólicas.

Os miomas chamados intramurais estão na parede uterina e, conforme o tamanho deles, que normalmente possuem mais de 4 a 5 cm, há distorção da cavidade uterina e menos chance de que a gestação comece. Além disso, esses miomas uterinos tendem a ser assintomáticos, ou seja, eles não são como os submucosos.

Já os miomas subserosos são os que estão localizados na parte externa do útero. No entanto, pode ficar tranquila, pois esses miomas dificilmente causam problemas para a fertilidade. Logo, não há motivo para preocupação quanto à sua gravidez, caso um mioma subseroso apareça no seu corpo.

Durante a gestação, há uma probabilidade de que os miomas cresçam, tendo em vista que dependem de hormônios, como progesterona e estradiol. Desse jeito, aumentam as chances de aborto, trabalho de parto prematuro e ruptura prematura de membranas ovulares, no caso de miomas volumosos.

Mas e quem precisa operar, quando fazer isso?

Bem, a cirurgia é recomendada para pacientes com miomas submucosos e/ou com tamanho superior a 4 ou 5 cm, especialmente os miomas que distorcem a cavidade do útero. Caso eles provoquem sintomas preocupantes, como sangramento, dor abdominal e aborto de repetição, você também deve recorrer a uma cirurgia para remover os miomas.

Veja aqui como realizar seu sonho de ser mãe em até 6 semanas.

O segredo para engravidar naturalmente em 4 a 6 semanas: Clique Aqui Para Saber Mais

Deixe um Comentário