Como se preparar para as mudanças na gestação

O segredo para engravidar naturalmente em 4 a 6 semanas: Clique Aqui Para Saber Mais

Como se preparar para as mudanças na gestação

Não tem jeito, toda gravidez vem acompanhada de alterações inevitáveis, tanto no corpo como na mente. E mesmo que você espere ansiosamente por esse momento, a ideia é se preparar para as mudanças na gestação antes que elas peguem você de surpresa.

Por isso preparei algumas dicas que vão facilitar o processo.

Mas antes confira como fazer para aumentar suas chances de engravidar nas próximas 6 semanas através de um método altamente eficaz clicando aqui.

Dicas para se preparar para as mudanças na gestação

No começo da gravidez, as temidas mudanças físicas mais aparentes, como aumento de peso, não são tão visíveis, afinal de contas, o bebê ainda não se desenvolveu o bastante para que haja um reflexo disso no seu corpo. O que você vai perceber no início é um cansaço maior e até mais sono, pois o seu organismo estará se adaptando para dar conta de mais um ser dentro de você.

O segredo para engravidar naturalmente em 4 a 6 semanas: Clique Aqui Para Saber Mais

Uma das alterações mais chamativas é a dor nas mamas. Isso ocorre porque estas ficam mais pesadas e sensíveis, devido aos hormônios estrógeno e progesterona, que são produzidos em maior quantidade, a fim de preparar os seios para a amamentação. Após três meses, você poderá notar que as aréolas estarão mais escuras e largas.

O aumento de produção hormonal também povoca enjoos e vômitos, especialmente por conta do Hormônio Gonadotrofina Coriônica (HCG). Em geral, eles acontecem mais na primeira gestação, já que o corpo feminino nunca passou por essas condições. Os enjoos e vômitos costumam incomodar em função de um cheiro forte ou do gosto de determinado alimento, mas também há mulheres que enjooam e vomitam sem um causador específico.

E você ainda precisa se preparar para desconfortos parecidos com aqueles sentidos antes da menstruação. É o caso de cólicas e vontade de urinar mais vezes. Essa necessidade de fazer xixi com frequência acontece porque a quantidade de líquido no corpo aumenta, bem como o trabalho dos rins.

E cuidado com mais incômodos com o intestino e o estômago, uma vez que o HCG atua no relaxamento da musculatura lisa corporal, em especial no útero, o que evita contrações. Logo, o intestino não trabalha como antes, tendo em vista que está mais relaxado, ou seja, lá vem a chata prisão de ventre. E azia também pode ser um sintoma, pois os hormônios reduzem a velocidade da digestão, principalmente perto do começo do quarto mês.

E as mudanças emocionais? Não tem como escapar delas, afinal, seu corpo vai ficar com a sensibilidade muito mais aflorada, fazendo você rir e chorar sem a menor cerimônia. Essa característica deve-se ao fato de que os hormônios passam por uma grande variação no primeiro trimestre. Claro que outras questões afetam seu humor, como insegurança em relação a dar conta do recado quando o filho nascer, preocupações comuns durante a gravidez, entre outros elementos que alteram a forma como você pensa e sente.

Mais mudanças físicas na gestação

  1. Rosto: prepare-se para reações orgânicas geradas pelo crescimento do número de hormônios. Isto é, manchas, oleosidade e acne tendem a surgir com mais força nessa etapa.
  2. Cabelo: como os hormônios estão em maior quantidade, o cabelo cresce mais e fica mais forte. Porém, depois do parto o contrário acontece e há uma queda natural dos fios.
  3. Barriga: ter mais estrias na barriga é comum durante a gravidez, mas você pode reduzir esse problema estético controlando sua dieta, hidratando a pele e se exercitando adequadamente.
  4. Coluna: levando em conta que seu centro gravitacional vai mudar a partir do aumento do volume do abdome, passe a afastar os pés na hora de andar, o que aumentará sua base, tirando todo o trabalho das suas costas.
  5. Pernas: lembre que o volume uterino também aumenta, o que gera compressão da artéria responsável por levar o sangue até o coração. Assim, muitas varizes aparecem na gestação, também em decorrência dos efeitos da progesterona e do estrógeno nos vasos sanguíneos. O mesmo vale para inchaço nas pernas e nos pés.

Preparada para o que vai acontecer com seu corpo e sua mente? Agora é hora de fazer a lição de casa: clique aqui e veja como acelerar e aumentar suas chances de engravidar.

O segredo para engravidar naturalmente em 4 a 6 semanas: Clique Aqui Para Saber Mais

Deixe um Comentário

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

If you agree to these terms, please click here.