Infertilidade secundária – O que é e como tratar

O segredo para engravidar naturalmente em 4 a 6 semanas: Clique Aqui Para Saber Mais

Você já ouviu falar da infertilidade secundária ou conhece alguém que esteja passando por isso?

A infertilidade secundária acomete casais que tentam engravidar, mesmo já tendo concebido antes, ao menos uma vez. No entanto, é importante ter cuidado para não confundir a infertilidade secundária com situações em que o homem ou a mulher já possui filhos gerados durante outros relacionamentos, mas tal pessoa não consegue ser fértil apenas com o atual parceiro, o que caracteriza infertilidade primária.

Vale lembrar que todo mundo possui fatores de infertilidade distintos. Logo, se alguém já concebeu uma criança com um parceiro, mas está com dificuldade para fazer o mesmo com outra pessoa, talvez a causa do problema esteja associada ao novo parceiro.

Antes de prosseguir, assista a este vídeo para saber como engravidar em até 6 semanas!

O segredo para engravidar naturalmente em 4 a 6 semanas: Clique Aqui Para Saber Mais

Diante da dificuldade de realizar o sonho de ter um bebê, é natural que o sentimento de frustração domine pessoas inférteis. A incapacidade de engravidar novamente, característica fundamental da infertilidade secundária, é o estopim para o sentimento de frustração, visto que muitas dessas pessoas não sabem por que não conseguem ter novos filhos se já conseguiram engravidar em outro momento. Esse tipo de dúvida acaba provocando a sensação de culpa, o que é prejudicial para o tratamento.

Quais são as principais causas da infertilidade secundária?

É cada vez mais comum que mulheres decidam engravidar somente após completarem 30 anos de idade. Isso ocorre por conta de uma série de fatores, como a espera até encontrar um parceiro conforme o que se espera e a ocupação com outras áreas da vida, como educação e carreira, aspectos que tomam bastante tempo e requerem gastos que podem influenciar na decisão de adiar a gravidez.

Assim como ocorre na infertilidade primária, o tempo para começar a tentar engravidar afeta o resultado, visto que a idade da futura gestante e o seu relógio biológico são fatores cruciais para a gravidez acontecer ou não. À medida que o tempo passa, ele exerce um efeito sobre os ovários, principalmente depois dos 32 anos de idade. Então, quanto mais tarde a mulher tentar conceber um filho, mais difícil será para alcançar seu objetivo.

Basicamente, a infertilidade secundária possui as mesmas causas que a infertilidade primária. A grande diferença é que a paciente que sofre de infertilidade secundária costuma ter uma idade um pouco mais avançada do que as pacientes com infertilidade do tipo primário, o que compromete a capacidade de conceber uma criança.

Os maiores motivos para não conseguir engravidar devido à infertilidade secundária são, portanto, mudança na morfologia do espermatozoide, ou seja, no formato, bem como obstrução das tubas uterinas. Além disso, o espermatozoide pode conter problemas que interferem na possibilidade de fertilização, como um grau de motilidade menor, isto é, menos chances de se movimentar como deveria.

Mulheres que já engravidaram não costumam ter suas tubas uterinas afetadas após as gestações anteriores, não importa se o parto em questão foi normal ou cesariana. Porém, há pacientes que encontram dificuldades nas próximas tentativas em função de traumas no organismo provocados pelas primeiras gestações. Sendo assim, procurar por um médico e fazer uma avaliação o quanto antes é o mais indicado. Exames de sangue, por exemplo, tendem a descartar a hipótese de problemas de fertilidade, apontando para intervenções médicas que podem ajudar na resolução do caso.

Agora que você já sabe um pouco mais sobre como a fertilidade pode ser influenciada por fatores externos e outros riscos, clique aqui para descobrir como reverter esse problema e engravidar rapidamente!

O segredo para engravidar naturalmente em 4 a 6 semanas: Clique Aqui Para Saber Mais

Deixe um Comentário

For security, use of Google's reCAPTCHA service is required which is subject to the Google Privacy Policy and Terms of Use.

If you agree to these terms, please click here.